Slide 2
Slide 1

Benefícios do Azeite

A Alimentação Mediterrânica, considerada Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO em Dezembro de 2013, foi primeiramente descrita nos anos 50-60 pelo professor Ancel Keys, que observou menor incidência de morbilidade e mortalidade por doença coronária nas populações da região do Mediterrâneo, comparativamente aos EUA e aos países do norte da Europa.

Efetivamente, na atualidade a evidência científica é crescente no que respeita à associação entre a adoção da Alimentação Mediterrânica como padrão de alimentação e a diminuição do risco de desenvolvimento de doenças neurodegenerativas, cardio e cerebrovasculares, de diabetes tipo 2, obesidade e de vários tipos de cancro.

Benefícios do Azeite

Sendo o azeite um componente-chave da Alimentação Mediterrânica, os benefícios referidos devem-se em parte ao seu consumo, já que este é constituído por vários compostos bioativos, que conferem a este alimento propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e anti-cancerígenas muito particulares.

Desta forma, deve privilegiar-se o seu consumo, não só a nível da culinária (cozinhados e temperos), mas também nas entradas ou nos lanches, em detrimento de manteigas, patés e outros molhos com pouco interesse nutricional.

O azeite é considerado um produto com elevada importância económica, também devido ao aumento da sua procura, sendo por isso um alvo suscetível a práticas de produção/comercialização fraudulentas, nomeadamente a adição de óleos vegetais provenientes de outras espécies de menor valor económico, podendo representar um problema de saúde pública para indivíduos alérgicos ou intolerantes, para além de diminuir a sua qualidade.

Benefícios do Azeite

A oliveira (Olea europaea L.) está entre as culturas mais antigas, sendo atualmente das espécies mais cultivadas na região Mediterrânica. Estão descritas cerca de 1.200 cultivares ou variedades, oriundas de 54 países, as quais conferem a tipicidade aos azeites.

No caso da nossa empresa, podemos assegurar ao cliente os 100% de qualidade e pureza dos nossos azeites, obtidos maioritariamente da variedade de azeitona maçanilha algarvia, variedade essa exclusiva da nossa região, mesmo em termos mundiais, o que confere características marcadamente diferentes aos nossos azeites quando comparados com azeites obtidos noutras regiões do país e noutros países, sendo os mesmos bastante frutados, principalmente de cor esverdeada e com sabor persistente.

No entanto, alertamos os consumidores que infelizmente, e por oposição a um bom vinho, a qualidade do azeite não aumenta com o tempo. A partir do momento em que os lípidos são removidos do fruto, inicia-se um processo de degradação em retorno e a sua qualidade começa a diminuir, daí que em média o azeite deva ser consumido até 18 meses após a sua produção.
Quanto às condições de conservação e conselhos para a sua utilização, a respetiva informação encontra-se na lista de atributos associada a cada produto disponível na nossa loja virtual.