Slide 2
Slide 1

Processo de fabrico

Conheça um pouco mais acerca da transformação da azeitona e da destilação das nossas aguardentes.

O azeite
Processo de fabrico

Utilizando as variedades de azeitona predominantes na região: Galega e Maçanilha Algarvia, a Pecoliva produz azeite virgem (cuja acidez pode variar entre 0,9º e 2º) e virgem extra (acidez máxima de 0,8º). Depois de apanhada por centenas de olivicultores principalmente das zonas de São Brás de Alportel, Loulé, Faro, Olhão, Albufeira, Castro Marim e Alcoutim, a azeitona é levada para o lagar onde se faz o processo de extração contínua em duas fases. A azeitona, é lavada e moída, antes de lhe serem separados os resíduos da produção, o bagaço e a água-ruça, para ser obtida apenas a gordura vegetal – o azeite.

O azeite Sabor do Sul apresenta um aroma frutado.

Processo de fabrico
A aguardente de figo

Os figos são levados para a Pecoliva já secos, sendo depois colocados a fermentar em depósitos durante 8 dias. Após esse período ocorre a destilação em colunas de cobre que são continuamente aquecidas até que seja atingido a percentagem alcoólica pretendida, que no caso da aguardente de figo é de 45 por cento.

A aguardente de figo Sabor do Sul é transparente apresentando-se numa garrafa de 0,7 L com uma decoração única alusiva ao figo e apresenta-se com um paladar equilibrado com um final de boca prolongado, revelando-nos um aroma intenso a figos secos. Pode ser bebida ao natural ou fresca, acompanhada por frutos secos.


A aguardente de medronho

Após a apanha do medronho, durante os meses de outubro e novembro, este é colocado a fermentar em depósitos, durante cerca de dois meses. Após a fermentação, o medronho é destilado em colunas de cobre até se obter os 47 por cento de teor alcoólico.

A aguardente de medronho Sabor do Sul caracteriza-se por um paladar equilibrado com um final de boca prolongado, apresentado um aroma intenso a medronhos maduros. A aguardente de medronho pode ser bebida ao natural ou fresca, acompanhada por frutos secos. De aspeto transparente, a aguardente de medronho apresenta-se numa garrafa de 0,5 L com uma decoração única alusiva ao medronho.


Os Licores

Recentemente foram lançados os nossos primeiros licores, fabricados da forma tradicional e artesanal, com uma imagem moderna e atractiva e com embalagens de qualidade, vindo desta forma a complementar a nossa oferta de produtos.

Inicialmente foram lançados os licores de poejo, salva-ananás, canela e a famosa “melosa”, obtida com uma divinal mistura da nossa aguardente de medronho com mel da região e uma agradável infusão de casca de limão e canela.

À exceção da “melosa”, todos os nossos licores são fabricados através do método de maceração, não sendo adicionados qualquer tipo de corantes e conservantes, e são embalados numa garrafa elegante de 200 ml com colar pendente quadrado.

Os rótulos são aquarelas originais do artista Ricardo Inácio. Estas ilustrações fazem parte de uma coleção, designada por "Malabaristas" na qual o autor se inspirou na produção e nos ingredientes para criar esta série artística que serviu de base para o design final da gama de Licores do Sabor do Sul. O pendente em cartão tem também uma ilustração do artista complementar à mesma coleção.

Processo de fabrico